sábado, 12 de novembro de 2011

a, b, c ...


Não há nada de mais perigoso que ter um amigo ignorante, assim vale mais ter um sábio inimigo.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

chega de sofrimento.

Todos nós sonhamos com uma boa reputação no futuro, mas cada vez mais pergunto-me a mim mesmo - Estará esta sociedade de hoje em dia, a contribuir para que isso aconteça? A meu entender não, preocupa mo-nos mais em apontar o dedo aos outros sem antes pensarmos nas consequencias que esse acto pode trazer. Há sonhos impossíveis de realizar, e enquanto assim for vamos sonhando alto mas depois de tudo pelo que já passei chego á conclusão que com esforço e dedicação conseguimos tudo o que queremos e neste momento o que quero é ser feliz, puder aproveitar a vida ao maximo sem qualquer problema. Áquelas pessoas ,que comentam quando passo resta-me dizer que ninguem sabe o dia de amanhã e que a vida é apenas uma passagem e sei que um dia todos voces vão-se arrenpender do que dizem agora a meu respeito. Seijam verdadeiros uma vez na vida e tenham uma conversa em que me confrontem com tudo  para que eu possa ter argumentos para me defender e para que percebam que não sou o que voces pensam e que nem virei a ser o que voces acham. É apenas um mero desabafo, ufaa ! acabou aqui, por hoje ! Amanha será outro dia, e ao acordar vou pensar nas pessoas que diariamente convivem comigo e que fazem de mim uma pessoa ADULTA, posso ter aparencia de puto mas de mentalidade supero todos os que de mim têm muito a falar. 

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

amor de família.

Ninguém consegue explicar o valor da nossa amizade. Visto de fora para muitos pode parecer um fracasso mas para quem lida connosco diariamente sabe bem o valor que tens para mim e o quanto somos inseparaveis. Por vezes recuo no tempo e fico a pensar na nossa infancia, quando eramos crianças tratava mo-nos mal um ao outro e até andavamos á porrada mas com o tempo a nossa mentalidade mudou e ambos percebemos que algo estava em nós para nos tornarmos as pessoas que somos hoje e como tudo na vida, nós aprendemos com os nossos proprios erros, com os conselhos dos verdadeiros amigos e com o apoio de quem nos ama e TU ajudas-me, dás-me conselhos e levas-me ao fundo para ser eu a dar conta das minhas falhas. Para lidar comigo mesmo uso o cerebro mas para lidar contigo uso o coração, e a vida ainda nos vai fazer ver o bom e o mau e é ai que vou bater com a cabeça e pensar que quando me dizias as verdades não era em vão, mas o que é verdade é que tenho apenas 16 anos, e enquanto a realidade de hoje em dia for uma mrd vou sonhando com o que o meu futuro me aguardará . És uma pessoa forte, capaz de vencer tudo e todos sem qualquer tipo de receio! e para mim é um orgulho por saber que és uma lutadora e uma vencedora. Juliana nós temos mais quem nos odeie do que nos ame e a realidade é que a amizade não é algo em vão, mas sim um processo de maturidade que nos vai levar ao verdadeiro encontro com as pessoas que diariamente e quando necessitamos estão ao nosso lado - os VERDADEIROS AMIGOS. Quero que estejas sempre comigo e quando precisar de ti a meu lado quero que me des a mão e que sejas a pessoa mais sincera e digas o que está correcto e incorrecto. AMO-TE ♥

segunda-feira, 25 de abril de 2011

será?

Ainda me recordo do dia em que olhei para ti e disse um simples "Amo-te". A teu entender eu tentaria transmitir apenas o que sentia. Era um criança, inocente? Talvez. De ti podia esperar tudo, um beijo, um abraço, uma gargalhada, um presente enfim só tu sabias o que me deixava feliz. Estarei a sonhar alto? Talvez. Ainda não consegui ter a certeza da resposta ás minhas questões interiores. Sinto que a cada dia que passa estou a desperdiçar uma oportunidade única, a ideia de ter-te de volta - voltar a ter uma conversa contigo, voltar a ouvir-te dizer perante mim, " és o meu orgulho". Sei que neste momento não te consigo enfrentar, não te consigo dizer que és o meu verdadeiro amigo, não tenho forças para atingir tais objectivos. No fundo disto tudo tenho saudades de teres mudado as tuas atitudes perante a minha pessoa e não saberes aceitar a fase pela qual estou a passar - a adolescência. Quero apenas que saibas que todos nos partimos e enquanto estiver a teu lado nunca vou dar o braço a torcer, o ódio, a desilusão, tristeza e revolta falam mais alto. Um dia vou-te chamar de pai, num mundo em que torne a ser criança e tenha um carinho, um sorriso e uma palavra amiga da tua parte. Quando assim for, tenho tudo o quanto basta para te dizer - "Amo-te pai, meu verdadeiro amigo".